Política

Salvador Malheiro anuncia a sua candidatura a Ovar para 2017 e a oposição reage duramente

Salvador Malheiro anunciou no Congresso dos Autarcas do PSD em Aveiro no passado sábado, a intenção de se recandidatar em 2017 para novo mandato à frente da Câmara Municipal de Ovar. A mais de 2 anos e meio das próximas eleições, está assim lançada a candidatura do atual Presidente da Câmara, empurrando os partidos da terra para uma pré-campanha, que ao que parece já começou.

As reações não se fizeram esperar dos partidos com representação em Ovar. O Bloco de Esquerda considera muito estranho este anúncio e refere mesmo que Salvador Malheiro deveria estar mais preocupado nos reais problemas da sociedade ovarense.

Para Fernando Camelo, dirigente do CDS-PP, esta decisão do atual Presidente da Câmara não o surpreende, pois considera que Salvador malheiro tem estado em permanente campanha política desde que foi eleito, optando por uma política de folclóre e populismo fácil.

O PS de Ovar, em comunicado, adianta que está preocupado com as pessoas e não com o show off e a política de “faits divers” do Presidente da Câmara. “Ricardo Alexandre afirma  mesmo que a menos de ano e meio de mandato realizado, tendo ainda muitas provas a dar e quase todo o seu programa para executar, Salvador Malheiro não parece realista vir novamente pedir a confiança dos habitantes do Concelho.”

A CDU também em comunicado às redações, adianta que o momento actual exige um foco especial não em anúncios apressados de nomes para as eleições autárquicas mas sim na luta por uma política alternativa, patriótica e de esquerda ao serviço dos trabalhadores e das populações. Refere ainda que no curto espaço de tempo desde as últimas eleições autárquicas, o Executivo PSD em Ovar tem comprovado por diversas vezes não ser alternativa ao PS, num mandato marcado pela subordinação a interesses governamentais que nada têm a ver com os interesses da população de Ovar.

Pedro Coelho, atual Presidente da Comissão Política do PSD de Ovar, em entrevista ao nosso canal, diz que é com enorme alegria que vê a predisposição de Salvador Malheiro em continuar o excelente trabalho que tem vindo a desenvolver.

Salvador Malheiro acaba assim por empurrar os restantes partidos para uma pré-campanha que habitualmente começaria apenas em 2017, abrindo-se assim em Ovar desde modo uma nova etapa política e a volta ao combate político partidário.

Todas as Categorias