Sever do Vouga

Praia Fluvial Quinta do Barco volta a ser galardoada com a Bandeira Azul

Praia Fluvial Quinta do Barco volta a ser galardoada com a Bandeira Azul e Praia Acessível – Praia para Todos!

No dia 25 de junho, as Bandeiras Azul e Praia Acessível – Praia para Todos foram hasteadas com a presença da Administração da Região Hidrográfica do Centro e da Administração Regional de Saúde do Centro. Os galardões renovam o compromisso do Município de Sever do Vouga em fazer daquele espaço um cartão de visita da região.

Recorde-se que a Bandeira Azul é um galardão, da responsabilidade da ABAE-Associação Bandeira Azul da Europa, concedido por um júri internacional que reconhece medidas e ações em prol do Ambiente. A Bandeira Azul integra um projeto mais amplo que contempla também a Educação Ambiental, visando sensibilizar e educar para as questões ambientais.

Em 2021 a “Recuperação dos Ecossistemas” é o tema escolhido e releva-se incontornável, considera-se que “a degradação dos ecossistemas tem um impacto direto no bem-estar de cerca 3,3 mil milhões de pessoas, de acordo com a Assembleia Geral das Nações Unidas, que declarou 2021-2030 como a Década das Nações Unidas para a Recuperação dos Ecossistemas. (…) A recuperação de ecossistemas destruídos ou degradados contribui fortemente para a mitigação, a resiliência e a adaptação às alterações climáticas; para a proteção da biodiversidade; para a melhoria da saúde e bem-estar; para o acesso, justo e equitativo, a alimentos e água potável, bem como para equilíbrio social e económico, por exemplo com a criação de oportunidades de emprego.”

São nove as atividades de Educação Ambiental aprovadas e que são implementadas durante o ano e em parceria com algumas entidades e um público-alvo abrangente. Estas atividades têm uma participação ativa ou passiva, e são as seguintes:

  • A importância da Água em Sever do Vouga!
  • Água é Vida! Curiosidades, problemas e soluções.
  • Cidadania Ambiental – Recuperar Ecossistemas.
  • Em movimento, a pé ou de bicicleta – Patrulheiro ativo!
  • Formação de promoção de Patrulheiros Ativos – Ser interventivo, mas não intrusivo!
  • Lixo e entulho, aqui NÃO!
  • Os suspeitos do Costume – Do Rio ao Mar sem “lixo”!
  • Recuperação de Ecossistemas – A vida está na diversidade!
  • Unidos pela recuperação dos Ecossistemas!

Desde 2006, que a praia recebe anualmente o galardão da acessibilidade. Através da Bandeira Praia Acessível – Praia para Todos, o Instituto Nacional para a Reabilitação, a Agência Portuguesa do Ambiente e o Turismo de Portugal procuram dotar as zonas balneares de condições que permitam o seu uso, independentemente do grau de mobilidade dos utentes. Todos devem poder ir à praia tomar banhos de sol e na água.

A informação relativa à qualidade da água está acessível no painel da praia, à entrada do areal e também pode ser consultada no link: https://snirh.apambiente.pt/index.php?idMain=1&idItem=2.1

Dada a atual realidade de pandemia, também na praia têm que ser cumpridas as regras da DGS relativamente à utilização dos espaços fechados, espaços de circulação e distância entre utentes da praia. Fora do areal, é obrigatório o uso da máscara, assim como o uso de calçado (ex: “chinelos de dedo”) e a utilização de álcool gel. Existem 2 dispensadores de álcool gel, um à entrada do areal e outro no acesso ao equipamento de apoio à praia.

Para António Coutinho, Presidente da Câmara Municipal de Sever do Vouga, a praia fluvial da Quinta do Barco tem sido uma preocupação deste executivo em dotar aquele espaço de equipamentos e serviços que sirvam a população durante o verão, para que se usufrua do que de melhor o concelho tem para oferecer, nomeadamente as zonas de fruição ao longo do rio Vouga, que tanta gente atrai todos os anos, residentes, emigrantes e de concelhos limítrofes

A capacidade de ocupação da praia é de 410 utentes, que envolve o espaço do areal e o parque de merendas. A ocupação das praias pode ser observada na aplicação https://infopraia.apambiente.pt/rules/. Reitera-se a importância do bom senso e cumprimento das distâncias, de forma a prevenir a propagação do vírus – COVID-19. De novo este ano foi colocada uma piscina no rio o espaço está mais seguro com a vigilância de um nadador-salvador

Publicidade

Publicidade

Publicidade

    X
    Bem vindo ao Notícias Ribeirinhas
    Há 21 anos a informar as gentes ribeirinhas
    WooChatIcon 0