12.7 C
Aveiro
Sábado, Fevereiro 24, 2024
InícioCultura502 anos depois, Foral do Antuã ganha edição fac-símile

502 anos depois, Foral do Antuã ganha edição fac-símile

Data:

Notícias Populares

Cavaleiro Marcelo Mendes ataca a cavalo manifestantes contra a tourada na Torreira

O insólito aconteceu quando o Ribeirinhas estava a entrevistar Mariana Pinho, uma das responsáveis da manifestação

Albergaria-a-Velha arde há 3 dias, casas em risco

Albergaria-a-Velha luta há 3 dias contra os incêndios. Depois...

Mau tempo destrói frente de praia no Furadouro

Ainda agora arrancou o novo ano e já se...
Publicidadespot_imgspot_imgspot_imgspot_img

A Câmara Municipal de Estarreja assinala os 502 anos da outorga do Foral por D. Manuel I às Terras de Antuã (15 de novembro de 1915). Partindo da atribuição do Foral de Antuã, o programa comemorativo pretende que os estarrejenses conheçam e se apropriem da sua história local.

A exposição “Castro de Salreu – Fragmentos do Passado, (dia 13), a apresentação da obra “Foral de Antuã: edição diplomática e contexto histórico”, com a presença dos autores, Maria Helena da Cruz Coelho e Saul António Gomes (dia 14), e o lançamento da 15.ª edição da Revista Terras do Antuã (dia 21) marcam a celebração da efeméride.

Os estarrejenses estão convidados a participar nas iniciativas.

INAUGURAÇÃO DA EXPOSIÇÃO “CASTRO DE SALREU – FRAGMENTOS DO PASSADO”
» 13 novembro, sábado, 16H00, Casa da Cultura

Um local, uma aldeia, um culminar de um ciclo de seis campanhas de escavações arqueológicas que afirma a importância cultural, histórica e patrimonial do Castro de Salreu. Vamos descobrir um pouco mais da história local e compreender como vivia esta povoação há mais de 2000 anos.
Exposição patente ao público até 23 de janeiro de 2022.

APRESENTAÇÃO DA EDIÇÃO FAC-SÍMILE DO FORAL DE ANTUÃ
» 14 novembro, domingo, 16H00, Cine-Teatro de Estarreja

A apresentação da obra “Foral de Antuã: edição diplomática e contexto histórico”, com a presença dos autores, Maria Helena da Cruz Coelho e Saul António Gomes.

O Foral de Antuã foi atribuído por D. Manuel I, em Évora, a 15 de novembro de 1519, integrado num projeto de reforma do municipalismo levado a efeito pelo Monarca. Os privilégios atribuídos pelo Foral beneficiaram as povoações hoje correspondentes ao Concelho de Estarreja. 502 anos passados, a história dos forais é a história do território e das suas gentes imaterializada no tempo, que se perpetuará nesta edição fac-similada do Foral de Antuã, com estudo científico do contexto histórico do nosso passado.

LANÇAMENTO DA REVISTA TERRAS DO ANTUÃ, Histórias e Memórias do Concelho de Estarreja
» 21 novembro, domingo, 16H00, Cine-Teatro de Estarreja

Marca da dinâmica e identidade cultural do Município com o contributo de excelência de cidadãos e munícipes que, com investigação, documentos e fontes históricas, colaboram para o enriquecimento e conhecimento da história local e preservação da memória coletiva.

Marcando os 30 anos de realização do Mercado Antigo inserido na programação das Festas de Santo António, a Revista Terras de Antuã – Histórias e Memórias do Concelho de Estarreja n.º 15 apresenta na capa uma pintura da autoria de Eduarda Lapa (1895-1976) que representa o Mercado de Estarreja. A obra faz parte do espólio do Município de Estarreja, estando patente na Casa Museu Egas Moniz, em Avanca.

Segundo descreve a diretora da revista, Rosa Maria Rodrigues, “os temas apresentados nesta edição de Terras de Antuã permitem-nos na sua generalidade, um superior conhecimento da historiografia local, desencadeiam o debate, possibilitam a difusão de estudos sobre factos e momentos que passariam despercebidos, se não fossem metodizados e compendiados numa publicação com estas características e que apresentam estudos sobre arqueologia, personalidades, gastronomia regional, pintura de moliceiros, emigração, património imaterial, genealogia, história medieval, religiosa, local e política, bem como damos a conhecer alguns pormenores da revista “Nada de Confusões”, que nos remete para a inauguração do Cineteatro de Estarreja em 1950, cujo êxito obrigou a várias récitas sempre com lotação esgotada.”

Redação
Redação
Na redação trabalhamos diariamente para o informar de uma forma isenta, trabalhando apenas a verdade. Porque sabemos que preza o nosso valor, porque sabemos que nos segue, nos lê e nos dá o seu apoio.

Subscrever

- Nunca perca uma notícia

- Conteúdos exclusivos

- Veja em todos os dispositivos

Últimas Entradas

Publicidadespot_img
Send this to a friend