Cultura Oliveira do Bairro

Foram entregues na passada quarta-feira, 18 de maio, os prémios do Concurso de Artes Plásticas e Expressão Escrita em Oliveira do Bairro

Foram entregues na passada quarta-feira, 18 de maio, os prémios do Concurso de Artes Plásticas e Expressão Escrita, promovido pelo Município de Oliveira do Bairro, no âmbito da sua campanha de sensibilização relativa à prevenção da violência no namoro, designada #AmorNãoCausaDor.

Esta atividade destinou-se aos alunos do 3.º ciclo do ensino básico e secundário, a frequentar o Agrupamento de Escolas de Oliveira do Bairro (AEOB) e o Instituto Profissional da Bairrada (IPB).

O trabalho vencedor foi o de Viviana Ramos, da Escola Dr. Acácio de Azevedo – Extensão Frei Gil, seguindo-se as participações de Rodrigo Oliveira, Tiago Oliveira, alunos do IPB, Valéria Nóbrega Salas, da Extensão Frei Gil, Duarte Neves e Diogo Sousa, do IPB.

Lília Ana Águas, Vereadora da Educação da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, deslocou-se a estes estabelecimentos de ensino, para a entrega de prémios aos vencedores, a quem foram atribuídos vales, a usar no comércio local, no valor de 150€, 125€, 100€, 75€, 50€ e 25€. A autarca bairradina mostrou-se satisfeita com a adesão dos alunos a esta iniciativa do Município, confidenciando que “o talento demonstrado nos trabalhos enviados, dificultou a escolha dos vencedores”.

Lília Ana Águas explicou que esta iniciativa teve como principais objetivos “alertar os nossos jovens para a importância de estabelecerem relações de intimidade saudáveis, marcadas pela confiança e respeito, e promover atividades que contribuam para o desenvolvimento do espírito crítico, criativo e de cidadania dos alunos”. Com este concurso, “vamos, não só, conseguir recompensar os nossos pelas suas participações, com a atribuição dos vales de compras, como também apoiar o comércio local do Concelho”, acrescentou a Vereadora da Educação.

De recordar que a campanha #AmorNãoCausaDor incluiu ainda sessões de sensibilização para os alunos do Concelho, realizadas no passado mês de fevereiro, e que foram dinamizadas por Susana Santos, do projeto “Dar Voz”, da delegação de Águeda da Cruz Vermelha Portuguesa.

A iniciativa resultou de uma parceria entre o Município de Oliveira do Bairro, através do seu Espaço de Apoio à Vítima, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Oliveira do Bairro (CPCJ), a Associação de Estudantes da Escola Secundária de Oliveira do Bairro, o AEOB e o IPB.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Send this to a friend